Apresentação do projeto in-Falível

Sobre mim

Meu nome é Eder Cachoeira, nasci em 1972, trabalho desde os 12 anos, e já falhei tanto na minha vida, que você nem imagina. Mas não entenda isso como uma declaração de ‘fracasso’. Muito pelo contrário: foram os erros que me fizeram chegar mais perto do que eu considero ‘sucesso’. Fique tranquilo (a), pois vou te contar boa parte das minhas vaciladas, e como elas me ajudaram ao longo da minha trajetória profissional e pessoal.

Sou Empreendedor, Empresário, Professor, Pai, Pós-graduado em Redes e Telecomunicações, Graduado em Ciência da Computação, Técnico em Eletromecânica, tenho cursos profissionalizantes de Eletrotécnica, Reparador de Eletrodomésticos e Eletrônica, Áudio e Aplicações Especiais. Sou Co-fundador e CEO da Tecmedia, uma agência digital com mais de duas décadas no mercado. Escrevo e falo sobre vida profissional com um toque pessoal e vice-versa.

Sobre o projeto in-Falível (com hífen)

O in-Falível é um projeto criado para discutir conteúdos relacionados às falhas que cometemos em nosso dia a dia, seja no aspecto profissional ou pessoal. A ideia principal é compartilhar histórias, experiências, dicas e cases, para que os erros comuns sejam evitados, e os acertos, repetidos por quem acompanhar os conteúdos publicados no in-Falível.

Sobre a palavra ‘infalível’ (sem hífen)


A palavra ‘Infalível’ não pode ser aplicada em relação aos homens ou animais, pois todos são falíveis e passíveis de erro. Então, relaxa!

Algo ou alguém infalível não é quem não falha, mas alguém ou algo ‘que nunca falha (nunca erra)’. Entretanto em alguns momentos podemos ser infalíveis (dentro do tempo) mas certamente, todos somos falíveis ao longo de nossas vidas. Então, mais uma vez, não esquenta!

Fonte: https://www.dicionarioinformal.com.br/infalível/


Todos os materiais, reproduzidos e compartilhados aqui, são relacionados ou baseados em histórias reais, vivenciadas por mim ou pelos meus entrevistados.

Farei tudo que estiver ao meu alcance para que você não cometa os mesmos erros que eu cometi. Promessa de escoteiro! 😉

Comentários no Facebook