Mentoria

Quer aprender mais sobre tecnologia?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

  • E se você trabalhase em um ambiente cheio de oportunidades, aprendizagem, e com projetos desafiadores?
  • Gostaria de ter a chance de conhecer outros países e pessoas de diferentes culturas, enquanto trabalha?
  • Ou quem sabe, participar do desenvolvimento de um super aplicativo em uma empresa jovem e inovadora?
  • Ou ainda, se você tem espírito empreendedor, abrir o seu próprio negócio, e ajudar a mudar o mundo?
  • Pra fechar com chave de outro: você gostaria de ser o principal responsável pelo seu ganho salarial e crescimento profissional?

https://www.youtube.com/watch?v=XHOmBV4js_E

Tudo isso parece bom de mais pra ser verdade, mas é totalmente real e possível. Basta você conseguir um emprego em uma grande empresa de tecnologia, ou em uma das milhares de startups que existem pelo país (e pelo mundo).

Mas, atenção! Eu disse que era real e possível, não disse que era fácil. Mas não precisa se assustar também. Tem muita gente trilhando esse caminho, e conseguindo tudo (ou parte) daquela lista ali em cima.

Não sabe por onde começar? Calma…

O primeiro passo é saber se você gosta de tecnologia. Se, sim, arregace as mangas, começe a estudar sobre essa área, e trace um plano de carreira bem organizado.

Mesmo com essas dicas, você acha que precisa de uma ajudinha pra iniciar? Então, que tal contar com o auxílio de um profissional experiente nessa empreitada? Você já ouviu falar em mentoria?

Vou explicar o que é exatamente uma mentoria

A mentoria é uma ferramenta para que os iniciantes conheçam melhor o mercado de trabalho que estão fazendo parte, ou que querem ingressar. Desta forma, eles podem contar com a ajuda de uma pessoa capacitada e experiente no assunto, que é o mentor.

Este profissional irá ajudar e dar dicas de como buscar o sucesso em uma determinada área de atuação.

Para que a mentoria serve?

Basicamente, a mentoria funciona como uma maneira de auxiliar você a chegar mais rápido em seus objetivos, embasando o seu início de carreira em experiências sólidas e aconselhamentos práticos. Em outras palavras, ela serve para te ajudar a encontrar um caminho mais promissor.

O papel do mentor

O mentor é aquele que pode ser considerado um veterano, ou um expert. Afinal, ele é um profissional que está na área há muito tempo, e conhece maneiras para ajudar outra pessoa a ter resultados melhores em sua carreira. Pois, ele já trilhou caminhos semelhantes.

Você irá obter conselhos e dicas através de conversas estratégicas com o mentor. Contudo, por mais que a mentoria seja baseada no profissionalismo, nem todas as conversas precisarão ser formais. Muitas vezes, a relação entre o mentor e o mentorado é leve e descontraída.

Reforçando: o mentor tem como principal missão, aconselhar e orientar alguém mais jovem (ou há menos tempo na profissão) para que essa pessoa tenha condições de tomar as decisões corretas para o seu desenvolvimento profissional.

O que esperar da mentoria?

Primeiramente, você precisa saber receber conselhos. Já ouviu falar daquela alegoria que diz que nós temos dois ouvidos e somente uma boca, para ouvir mais e falar menos? Então, é mais precisamente sobre isso. O mentor possui mais experiência e irá proporcionar o conhecimento que você precisa para obter mais sucesso nas decisões relacionadas a sua vida profissional.

É de extrema importância que você seja uma pessoa aberta a críticas. Afinal, o mentor irá lhe dar muitos feedbacks, podendo ser positivos ou negativos. Entretanto, isso não é para o seu mal, muito pelo contrário. É para lhe ajudar a crescer na profissão que você escolheu.

Eventualmente, o mentor irá lhe poupar de cometer os mesmos erros que ele cometeu, enquanto percorria um caminho semelhante ao seu. Consequentemente, você também irá evitar de cometer erros que cometeria sozinho, sem ajuda da mentoria.

Mentoria para a área da tecnologia

Como dito lá no começo, os interessados pela área da tecnologia certamente gostarão de ser acompanhados por uma mentoria eficiente. Principalmente você, que planeja seguir carreira na área.

O crescimento das inovações tecnológicas é muito grande, especialmente o segmento de T.I., que vêm trazendo um alto número de oportunidades profissionais, e que ainda se tornarão muito maiores no futuro.

Segundo a IDC, os investimentos do Brasil no setor de tecnologia chegarão a US$ 48 bilhões. Novas áreas profissionais estarão em alta, a inteligência artificial estará no auge, a tecnologia 5G será testada em nosso país e mais uma série de acontecimentos terá destaque.

Além do mais, é um dos segmentos onde crises raramente acontecem, pois absolutamente todas as empresas precisam de tecnologia para funcionar, hoje em dia. Um outro aspecto muito interessante, é que um profissional de T.I. recebe um salário consideravelmente maior que a média de outros cargos.

Aliás, quem escolhe a carreira em tecnologia para de ser apenas um usuário e se torna um criador. Há infinitas possibilidades de profissões que podem ser trabalhadas, como a criação de sites, desenvolvimento de aplicativos e sistemas, big data, consultoria, marketing digital, inteligência artificial, games, entre várias outras.

Portanto, receber uma mentoria de qualidade para criar uma carreira sólida na área da tecnologia, é, sem dúvida, um ponto bastante positivo.

Na prática

A mentoria funciona através de encontros entre o mentor e o mentorado. Normalmente, eles mesmos irão estabelecer a frequência destes encontros, bem como, se as conversas serão presenciais ou virtuais.

O mentor e o mentorado trabalharão juntos para definir com clareza qual é o objetivo profissional se deseja atingir, e qual o melhor meio de chegar até lá.

Certamente, o mentorado poderá apresentar suas ideias e tirar suas dúvidas com o mentor. A partir disso, o mentor irá aconselhar e esclarecer as incertezas, além de orientar e acompanhar o mentorado.

O resultado esperado é de que o mentorado coloque em prática as dicas e conselhos do mentor, e consiga atingir o objetivo estabelecido no começo, aproveitando para se desenvolver profissionalmente.

O mentor

Meu nome é Eder Cachoeira, sou Pós-graduado em Redes e Telecomunicações, Graduado em Ciência da Computação, Técnico em Eletromecânica, Eletrotécnica e Eletrônica.

Empresário

Sou Co-fundador e CEO da Tecmedia, uma agência digital com mais de 23 anos no mercado, especializada em consultoria e desenvolvimento de projetos web customizados.

Professor

Além de empresário, sou professor de cursos técnicos e de graduação nas áreas de tecnologia e empreendedorismo. Atuei dentro de sala de aula por mais de 18 anos consecutivos.

Ao longo desse tempo, lecionei disciplinas de Análise de Sistemas, Banco de dados, Programação para Web, Otimização de processos e Comércio Eletrônico. Em quase 10 anos, como professor universitário, orientei mais de 30 trabalhos de conclusão de curso, e fui banca em dezenas de apresentações de TCC.

O início

Fiz meu primeiro curso profissionalizante – Eletrônica básica – com 11 anos de idade. Com 12, fiz um segundo curso – Reparador de eletrodomésticos – e já comecei a trabalhar informalmente, consertando aparelhos eletrodomésticos na garagem da casa dos meus pais. Aos 16 ano eu tinha formação técnica em Eletrônica básica (Escolas Internacionais), Reparação de eletrodomésticos (LBA) e Eletrotécnica (Senai). Aos 17, iniciei mais um curso técnico profissionalizante, desta vez, em Eletromecânica.

Antes dos 18 anos, tive meu primeiro trabalho formal, já como eletricista industrial. Daí por diante, passei por diversas empresas, atuando como Eletrotécnico e Eletromecânico. Até que em 1992 resolvi ingressar na faculdade de Ciência da Computação.

Cerca de dois anos depois, tomei uma grande decisão: dar um guinada em minha vida profissional, e começar uma nova profissão, praticamente do zero.

Pedi demissão do meu emprego, como Eletrotécnico, consegui um estágio em uma empresa de assistência técnica em hardware. Adquiri bastante experiência, e 7 meses depois, fui contratado por outra empresa, desta vez, já como técnico em hardware e redes.

Nesta empresa, cheguei até o cargo de gerente da equipe técnica, e participei, de vários projetos de redes, entre eles, do processo de implantação dos primeiros acessos a internet comercial no Brasil.

A fundação da minha empresa

Em 1997, vislumbrando o grande potencial do mercado web, resolvi fundar a Tecmedia – uma agência digital – junto com um amigo. Após 18 meses, negociei a compra dos 50% de participação do meu sócio, e de lá pra cá, administro a empresa, junto com a minha equipe.

Durante esses mais de 23 anos como empresário, entrevistei mais de 500 candidatos, contratei e capacitei mais de 180 colaboradores diretos, gerenciei mais de 570 projetos digitais, atendi pessoalmente mais de 280 empresas, e prestei mais de 1.600 horas de consultorias.

Experiência como mentor

Como mentor, ele atuo no programa de mentoria de empresas da Prefeitura Municipal de Tubarão (Programa Salto), e também, no programa de mentoria de startups da Incubadora CRIE, da Unisul – Universidade do Sul de Santa Catarina. E, por fim, sou consultor nas áreas de empreendedorismo, otimização de processos e tecnologias digitais.

Logo, venho acumulando um legado de experiências variadas, e estou disposto a repassá-las através da mentoria para quem quer iniciar uma carreira profissional na área tecnológica.

Certamente, caso você tenha interesse por tecnologias digitais, vale a pena investir em uma mentoria de qualidade.

Conselhos oferecidos na mentoria

Durante o processo de mentoria, vou oferecer várias dicas, principalmente, sobre como desenvolver suas soft skills (habilidades interpessoais). Caso você não esteja familiarizado com o tema, temos um artigo aqui no site explicando tudo sobre o assunto.

Quanto às hard skills, meu compromisso, enquanto mentor, é com o básico – o suficiente para você criar gosto pela área. Para os assuntos técnicos mais profundos, vou indicar outros profissionais, cursos e materiais complementares, para auxiliar você nesse processo.

Mentoria não é coaching

Acima de tudo, vale ressaltar que mentoria e coaching são duas coisas totalmente diferentes.

A mentoria serve exclusivamente para alavancar a vida profissional de uma pessoa, focando exclusivamente na carreira. Já o coaching abrange as duas vertentes, tanto a profissional, quanto a pessoal.

Além disso, o coaching possui uma duração de cerca de 10 a 12 sessões, o que dá quase um período de três meses. Já a mentoria não possui um tempo específico, já que varia da evolução da pessoa.

Pronto (a) para começar?

Em tese, a mentoria é o serviço que ajuda uma pessoa a iniciar e/ou evoluir em sua carreira.

O serviço de mentoria que estou oferecendo tem foco principal em jovens e adolescentes que gostam de tecnologia, e estão decidindo qual profissão seguir. Por outro lado, nada impede que pessoas com mais idade, que desejem trocar de carreira, também se beneficiem da minha mentoria. Para isso, é necessário ter interesse na área de tecnologia, estar disposto (a) a se comprometer com o aprendizado constante, e querer iniciar uma carreira sólida.

Se você se encaixa nesse perfil, temos muito o que conversar!

O investimento vale a pena, os conselhos serão muito úteis e irão auxiliar você a ser mais bem-sucedido em sua carreira profissional. Além disso, as perspectivas para a área de tecnologia, como um todo, são as melhores possíveis. O mercado está sedento por profissionais qualificados, que estejam dispostos a participar desta grande disrupção que o mundo está vivendo.

Afinal, com todos os benefícios citados anteriormente, e ainda poder contar com a minha total dedicação durante o processo de mentoria, é praticamente impossível você não ter sucesso nessa área.

Vantagens

Passo a passo

Transformação