Tecnologia da Informação e outras áreas - Lives de Outubro

Carreira

Qual problema você vai ajudar a resolver quando crescer?

Bárbara Girardi
Escrito por Bárbara Girardi em 10 de novembro de 2020
Quer aprender mais sobre tecnologia?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

A pergunta que estamos acostumados a fazer para uma criança é ‘O que você vai ser quando crescer?‘. Mas o mundo está mudando, e com ele, a necessidade cada vez maior de fazermos a diferença na vida das pessoas, seja auxiliando quem precisa, buscando a paz entre os povos, compartilhando nosso conhecimento, ou mesmo, resolvendo um determinado problema em comum. E cá entre nós, temos uma infinidade de coisas que precisam de solução, hoje em dia. Certo?

Então a pergunta que precisamos começar a fazer para nossas crianças, adolescentes e jovens é ‘Qual problema você vai ajudar a resolver quando crescer?

Sabemos que a tecnologia tem um papel super importante nesse contexto, e a sua participação pode contribuir, e muito, para que tenhamos um mundo melhor para viver.

Vamos entender melhor como essa relação funciona…

Tecnologia da Informação já faz parte das áreas profissionais mais almejadas por jovens, no mundo todo. É isso que revela um estudo publicado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em janeiro de 2020. O relatório analisou as aspirações profissionais de mais de 600 mil jovens de 15 anos, em 79 países e territórios, incluindo o Brasil.

O estudo foi realizado com base em entrevistas feitas ao longo do ano de 2018, durante a aplicação do Pisa, exame internacional que mede o desempenho de estudantes em matemática, leitura e ciências.

Entre as conclusões, está o fato de que 39% das profissões mais procuradas pelos jovens, correm risco de automatização nos próximos cinco ou dez anos. Desta forma, poderão desaparecer devido aos avanços tecnológicos, e darão espaço a profissões consideradas ‘do futuro’.

Mas, o que o resultado do estudo tem a ver com este artigo?

Tudo! Afinal, o processo de automatização citado acima está diretamente relacionado com os grandes avanços que estamos vendo na área de tecnologia, principalmente nas inovações que envolvem inteligência artificial, big data e outros temas atuais.

Você já deve ter ouvido falar do ditado que diz “Se não pode vencer seu inimigo junte-se a ele”. Não é?

Esta referência ao ditado é apenas uma brincadeira para chamar a sua atenção, pois o fato de ‘juntar-se ao inimigo’ pode envolver questões de valores éticos, princípios, essência, caráter, etc. De qualquer forma, serve para refletirmos sobre a relação que existe entre humano e máquina.

Para entender melhor como a evolução da tecnologia pode impactar posita ou negativamente as nossas vidas, assista a palestra ‘O Lado Humano da Inteligência Artificial’ que o Eder Cachoeira ministrou em um evento online, no dia 21 de outrubro de 2010.

Ingressar na Tecnologia da Informação é fácil?

Seguindo a mesma linha de raciocínio, iniciar uma carreira na área de Tecnologia da Informação é uma das apostas mais certeiras que você pode fazer. Assim, você diminui o risco de escolher uma profissão que pode, daqui a alguns anos, deixar de existir.

Porém, você não deve esquecer que o mais importante é gostar da área, e ser feliz com o que faz.

Para iniciar sua carreira em T.I. é necessário mergulhar de cabeça, estudar muito, e se você quiser, dá pra começar agora mesmo.

Mas, lembre-se: uma carreira em tecnologia é bem diferente dos estereótipos que vemos nos filmes, com o “cara nerd”, sem amigos, que fica no computador o dia todo.

Afinal, uma pessoa que trabalha com tecnologia também precisa ser bastante sociável, já que muitas das funções exigem, trabalho em grupo, como uma soft skill fundamental. Não sabe o que são soft skills? Sem problema. Temos um artigo já disponibilizado aqui no site, explicando tudo sobre as soft skills, e quais delas o mercado de trabalho mais valoriza.

Conhecendo um pouco mais sobre T.I.

Outro estereótipo batido de uma pessoa que trabalha com tecnologia é o de que ela é uma espécie de “Deus do computador”, superpoderoso, que é hacker, invade servidores, etc. Isso até é possível, mas não do jeito que as pessoas costumam achar.

Como já falamos em outros artigos, existe uma infinidade de profissões dentro da área de Tecnologia da Informação (T.I.), que é um dos segmentos que mais crescem, atualmente. Inclusive, daqui a alguns anos, existirão mais vagas, que profissionais qualificados para as preencher, segundo previsões.

Mas enfim, o que faz um profissional de T.I.?

O profissional de T.I. é responsável por gerenciar todas as informações digitais de uma organização, ou empresa, criando e distribuindo-as em equipamentos, bancos de dados, e redes de computadores.

Aliás, ele pode trabalhar em qualquer lugar, desde órgãos públicos, até empresas globais. Basta que o ambiente tenha o mínimo de infraestrutura tecnológica.

Vale lembrar que o profissional da T.I. não curte muito ser chamado de “menino do computador”, ou de “carinha da T.I.”😉

As funções existentes dentro da área de Tecnologia da Informação são várias, como já comentado. Então, você tem muitas possibilidades de atuação, como por exemplo, engenharia de software, análise de negócios, gerenciamento de projetos, professor de informática, assistência técnica em hardwares, desenvolvimento de aplicativos e softwares, marketing digital.

Enfim, poderíamos escrever uma lista gigante de profissões que pertencem a área da tecnologia, mas o melhor é que os próprios profissionais da área contem com o que eles trabalham e como é seu dia-a-dia.

Entrevistas com profissionais

Dando continuidade à sequência de entrevistas feitas em setembro, pelo empresário e professor Eder Cachoeira, o mês de outubro também contou com várias lives, tendo profissionais da tecnologia, marketing, jornalismo e educação, como convidados.

Foram histórias muito inspiradoras, e várias dicas super úteis para quem está pensando em seguir carreira na área de tecnologia e afins.

Todas as entrevistas estão disponibilizadas na íntegra, no perfil do Eder no Instagram (@edercachoeira) e no canal in-Falível no Youtube (youtube.com/infalivel).

Conheça os convidados de Outubro

Sanon Matias

Sanon Matias da Web MaisA primeira Live contou com a presença de Sanon Matias, que é Diretor Comercial na empresa Webmais Sistemas. Aliás, ele também é o fundador da empresa.

Sua função é voltada para os departamentos comercial e marketing, já que ele é responsável pela busca de clientes e pelo fechamento de novos negócios, lidando com desenvolvimento de estratégias de vendas e inbound marketing.

Sanon contou que, antes de trabalhar com tecnologia, trabalhou com vendas em comércios de sua família. Entretanto, após fazer alguns cursos de informática, se interessou por programação.

Ele ainda diz que experimentou várias  funções, ao longo da vida profissional, e isso contribuiu muito para a sua carreira.

Matias aconselha os jovens a, antes de mais nada, estudarem e terem paciência na sua trajetória profissional, ao invés de ‘se vender’ por qualquer valor, e trocar constantemente de emprego. Afinal, ao evoluir dentro de uma empresa, pode-se obter outros ganhos, além de um salário mais alto.

Laura Peruchi

Laura Peruchi de Nova York A jornalista e influencer Laura Peruchi foi a convidada da segunda Live. Atualmente, ela vive em Nova York e é editora de seu próprio blog.

Sempre se identificando com o jornalismo, já trabalhou com gerenciamento de Fan Pages e estratégias de engajamento nas redes sociais, para várias empresas.

Peruchi conta que, enquanto trabalhava com assessoria de imprensa, conheceu o universo dos blogs, e logo quis fazer parte. Por isso, cursou uma pós-graduação em Cibermídia.

No início do blog, o foco era o mundo da moda e maquiagem. Atualmente, ela escreve sobre o dia-a-dia em Nova York, sendo imigrante e jornalista.

Laura recomenda foco e dedicação para quem quer produzir conteúdo, pois é um trabalho que exige muito esforço e o retorno não é imediato. Além disso, ela também ressalta que as pessoas não comecem a produzir conteúdo só por conta do dinheiro.

Darlan Nunes

Darlan Nunes da DeloitteDarlan Nunes, o convidado da terceira entrevista, trabalha como Consultor de Tecnologia Oracle, na empresa Deloitte.

Nunes comenta que se interessou por tecnologia, pela primeira vez, na adolescência, e aprendeu sobre ERP enquanto trabalhava como analista de sistemas. Ele conta que, normalmente, o trabalho de um consultor é traduzir o que a área de negócios precisa e transformar em algo utilizável.

Ele aconselha a quem pretende começar na área, a não escolher muito o que irá fazer no início de carreira, e procurar obter o máximo de experiência nessa fase inicial. Afinal, segundo ele, você precisa aprender primeiro, para depois, poder escolher cargos e funções mais importantes.

Bárbara Julian

Bárbara Julian da Agência Madre SantaA quarta entrevistada, Bárbara Julian, é Consultora de Marketing Digital, e também já atuou em diversas áreas de marketing e tecnologia.

Bárbara se formou em jornalismo e já trabalhou como diagramadora, em algumas empresas, entre elas, o jornal Notisul.

Atualmente, é Diretora de Planejamento Digital e Arte na Madre Santa Multiagência. Também é sócia-proprietária na Yoga-Te, além de ser educadora social na Faepesul (Tubarão e Florianópolis – EAD).

Julian explica que sua função trabalha muito com redes sociais voltadas para crescimento de negócios e gestão de marcas. Em outras palavras, seu trabalho é fortalecer a imagem de uma marca, fazendo com que ela seja bem compreendida pelo público e, claro, venda mais.

Babi aconselha a quem está começando, a desenvolver suas soft skills desde cedo. Pois, o profissional que só possui a parte técnica, conta com um número menor de chances de crescimento na carreira.

Niler Barcelos

Niler Barcelos da ProJurisO convidado da quinta Live foi Niler Barcelos. Ele é Engenheiro de Software na empresa ProJuris, em Joinville.

Niler sempre foi interessado por tecnologia, já tendo feito vários cursos e passado por algumas empresas, inclusive pela Tecmedia. No entanto, seu primeiro emprego foi um estágio em eletrotécnica.

Barcelos fala que sua função, dentro de uma empresa que trabalha com software jurídico, é, entre outras tarefas, analisar e desenvolver novas funcionalidades nos sistemas que a empresa comercializa.

Niler faz algumas recomendações a quem está começando.

Ele aconselha a aproveitar muito as oportunidades que surgem na sua frente, e que também tente desenvolver a comunicação. Porque, saber se comunicar faz uma grande diferença na carreira profissional.

Henri Belan

Henri Belan do IFSCA sexta Live contou com a presença de Henri Belan, que trabalha como Professor na área de Processos Industriais e Automação de Sistemas no IFSC – Campus Tubarão.

Henri conta que, desde adolescente, já se interessava por Mecânica e Elétrica, e acabou se formando na área de engenharia.

A função do engenheiro é aperfeiçoar as máquinas, de uma maneira que elas possam funcionar cada vez mais automaticamente. Como professor, Berlan se empenha em compartilhar suas experiências e conhecimentos com seus alunos.

Henri ressalta ainda que a automação e inteligência artificial, apesar de se complementarem em alguns casos, são coisas diferentes.

Para quem deseja entrar nesta carreira, ele aconselha ter iniciativa e persistência, pois os resultados não vêm da noite para o dia. Afinal, com a facilidade em encontrar informações que há hoje em dia, os jovens estão cada vez mais ansiosos.

Charles Martins

Charles Martins da Anjo TintasO sétimo convidado, Charles Martins, trabalha como Gerente de Marketing na empresa Anjo Tintas. Aliás, ele está nesta empresa há 15 anos.

Durante a adolescência, ele fez diversos cursos de especialização. Inclusive alguns destes cursos foram na área de informática, para experimentar suas habilidades.

Por ter afinidade com a área do Marketing, Charles acabou se formando em Publicidade e Propaganda.

Dentro da área da marketing, seu primeiro emprego foi como Designer Gráfico, para depois se tornar um Supervisor de Comunicação, na Eliane Revestimentos Cerâmicos.

Atualmente, como um Gerente de Marketing, sua função é planejar estratégias para melhorar as vendas da empresa e desenvolver a área de inteligência de mercado.

Charles recomenda, a quem pretende começar uma carreira nesta área, a desde cedo, já desenvolver suas soft skills, pois o mercado de trabalho disputa muito os profissionais que as possuem.

Tatiane Leal

Tatiane Leal da UnisulTatiane Leal foi a oitava convidada da sequência de Lives, e trabalha como Coordenadora de Tecnologia da Informação, na Unisul. Ela também é formada em Ciência da Computação, nesta mesma universidade.

Tati sempre se interessou pela área de exatas, desde muito nova.

Como Coordenadora de Tecnologia da Informação, sua função é administrar os escritórios de tecnologia e processos dentro da universidade. Ela ressalta a importância em se doar por inteiro na sua função, e ter a certeza que os resultados virão.

Para quem quer começar na área, Tati aconselha a ser proativo e saber trabalhar em equipe, pois esta área demanda muito dessas habilidades.

Rafael Faraco

Rafael Faraco da UnisulO nono convidado, Rafael Faraco, é Diretor de Universidade na Unisul, nas unidades de Tubarão, Araranguá, Braço do Norte e Içara.

Faraco possui várias experiências na área da tecnologia. Especialmente em pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Rafael sempre se identificou com a área de tecnologia, e já foi programador, pesquisador, e desde 1994, atua como professor de cursos de Informática.

Como Diretor de Universidade, sua principal função é administrar as  unidades que estão sob sua responsabilidade.

Para quem pretende ter uma carreira nesta área, ele aconselha a estabelecer relações com os colegas, criando uma forte rede de contatos, além de, se puder, fazer pelo menos um curso técnico antes de ingressar na graduação.

Thiago Ghisi

Thiago Ghisi da American ExpressThiago Ghisi foi o décimo convidado. Ele é formado em Ciência da Computação e trabalha como Diretor de Engenharia de Software do time de Mobile, na American Express, em Nova York.

Ghisi se interessou pela área da tecnologia quando era jovem, enquanto tentava resolver os problemas de jogabilidade de games que vinham em cds. Além disso, Thiago fez cursos de especialização em sistemas operacionais, como Windows e Linux.

Como Diretor de Engenharia de Software, ele é o responsável por orientar e supervisionar as equipes a cumprirem suas funções dentro de cada projeto.

Para quem se interessa por essa área, ele recomenda começar em funções mais básicas, como testador de software, suporte técnico, ou algo relacionado ao setor de produtos. E desta forma, cresça gradativamente  dentro da empresa.

eBook gratuito

Como mais uma forma de conseguir ingressar em uma carreira na Tecnologia da Informação, o Eder, em parceria com o prof. Fernando Pitt, publicou um eBook gratuito chamado Oportunidades na Área da Tecnologia, dando várias dicas interessantes que irão ajudar aqueles que se interessam por esse caminho.

Conclusão

O profissional da área da tecnologia é muito diferente dos estereótipos apresentados na TV. Entretanto, ele possui muitas responsabilidades e funções super importantes nos dias de hoje.

Além do mais, existem várias áreas nas quais você pode se encaixar dentro do segmento de Tecnologia da Informação. Sobretudo, o seu foco deve ser em algo que você realmente gosta, algo que te dá prazer.

Como a maioria dos convidados aconselhou, o profissional precisa ter muita curiosidade, paciência, proatividade, e estar sempre pronto para resolver problemas. E, acima de tudo, precisa muito desenvolver suas soft skills. Afinal, o profissional continua sendo um ser humano, e não, uma máquina.

Comentários

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site armazena cookies no seu computador. Cookies são pequenos arquivos texto, e não geram risco algum para você. Esses cookies são usados para coletar informações sobre como você interage com nosso site e nos permite lembrar de você, nos seus próximos acessos. Usamos essas informações para melhorar e personalizar sua experiência e para análises e métricas sobre os visitantes das nossas páginas, tanto nesse site quanto em outras mídias sob nossa responsabilidade. Para obter mais informações sobre os cookies que usamos, leia nossa Política de Privacidade: