Minhas histórias

Saímos de um goleiro traumatizado para um time inteiro traumatizado.

Eder Cachoeira
Escrito por Eder Cachoeira em 10 de julho de 2014
Quer aprender mais sobre tecnologia?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Espero, sinceramente, que isso passe logo.
Por mais, que estejamos todos, decepcionados com o desempenho da seleção, envergonhados com a derrota por 7 a 1, frustrados por não ganhar a copa em casa, com “raiva” por não haver uma explicação para oque aconteceu, não é legal pra ninguém, ficar com esse peso nas costas.

Mesmo que eles (jogadores, comissão, cartolas, CBF, etc), ganhem os seus milhões, não é legal para uma pessoa ficar se culpando por um erro.
Espero, sinceramente, que isso passe logo.

Não adianta desejarmos o “castigo” para tentar amenizar a dor do povo brasileiro, não adianta ficarmos repetindo que será um marco histórico para o Brasil, não adianta torcermos para a Argentina ou para a Alemanha, não adianta culparmos o Fred (por mais que ele não tenha feito nada mesmo), não adianta dizermos que não somos mais brasileiros.

A verdade é que ninguém vai mudar o que aconteceu, é passado. Ninguém vai deixar de torcer pela nossa seleção brasileira. Ninguém (do bem) vai deixar de lutar por um Brasil mais justo, só porque perdemos a copa. Ninguém vai ter o dinheiro que pagou no ingresso, devolvido. Ninguém vai receber em casa, o chinelo que o Romário mandou para o Maradona. Ninguém vai reverter o super faturamento das obras da copa. Ninguém vai lembrar dessa semifinal, todos os dias. E acho que pouquíssimas pessoas realmente saberão o que aconteceu com o Brasil, nesse jogo.
Infelizmente, continuaremos não entendendo o que realmente aconteceu com o Ronaldo na final da copa de 1998, o que realmente fez com que o Brasil ganhasse, tão facilmente, da Espanha, na copa das confederações, o que realmente fez com que o Anderson Silva, perdesse de forma tão infantil, a primeira luta contra Chris Weidman, o que realmente fez com o que o viaduto, em BH, caísse, o que realmente tem na mente da nossa presidente e dos nossos políticos, e o por fim, o que realmente aconteceu com o Brasil, nessa copa.

A única certeza que podemos ter, é o que tem em nossas mentes. E isso, sim, você pode (deveria poder) controlar. O resto, são especulações, tentativas de manipulação e sonhos.

Não estou sendo pessimista, só realista.
Espero, sinceramente, que isso passe logo.

Só precisamos tomar cuidado, para não dependermos tanto do futebol brasileiro, quanto o futebol brasileiro depende do Neymar. Isso seria a maneira de piorarmos ainda mais a situação.

Bola pra frente!

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.